sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Citação.

Era um ataque epilético, o primeiro que tinha depois de uma longa pausa. É bem conhecido que o ataque epilético sobrevem inesperadamente. Nesse momento o rosto se deforma horrivelmente, de modo particular os olhos. Não só o corpo inteiro como os traços do rosto trabalham com sacudidelas convulsivas e contorções. Um terrível e indescritível grito, que não se assemelha a coisa alguma, é emitido pela vítima. Nesse grito tudo quanto é humano fica obliterado; e é impossível, ou dificílimo, ao observador imaginar e admitir que seja um homem que o desfere. É como se um outro ser estivesse gritando dentro do homem. Pelo menos é assim que muita gente tem descrito a impressão que isso dá.

Trecho do livro O Idiota de Dostoiévski.

2 comentários:

  1. Que tenso! Que envolvente esse trecho. Você sente, sabe o que faz, e não tem controle de si mesmo. Absurdamente tenso.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, trecho intenso.
    Principalmente a parte do grito. Arrepiei

    ResponderExcluir

Já estou ansiosa para ler seu comentário, mesmo antes de você ter terminado! :D