domingo, 16 de janeiro de 2011

Fico pensando...

As vezes eu sinto como se estivesse sendo preparada para uma coisa realmente grande, sabe? Chamem isso de destino ou qualquer outra coisa, o que me preocupa agora não é a nomeação. As vezes sinto, também, um peso na consciência, uma certa culpa quando paro para refletir sobre a minha vida e o tempo que já passou e que continua a passar tão depressa. Estou nos meus 17 anos de vida e até agora não fiz nada que fosse realmente importante e nem digno de uma morte tranquila e glorificada. Isso mesmo, morte. Não sei quanto tempo vou ficar aqui e até agora não fiz nada e o tempo passa tããão depressa! A vida é um sopro! Eu fico me perguntanto: eu tenho que fazer o quê mesmo? Oh, meu Deus! Se eu não descobrir, vou enlouquecer!

Confuso, né? Também achei.