sábado, 12 de setembro de 2009

Rendida



Rendida estou aos teus encantos desde o dia em que seus olhos por acaso pousaram nos meus.
Nenhum instante sequer parei de pensar em sua boca colada na minha.
Rendida estou aos teus encantos como uma índia apaixonada pelo português navegador que vai embora abandonando-a na beira da praia, afogando-a em desejos impossíveis.
Carência tenho de sorrisos teus... do seu toque, da sua atenção.
Rendida estou aos teus encantos, feito uma fã fanática capaz de dar a própria roupa do corpo ao seu ídolo.
Aflita estou por te procurar aonde vou, feito vira-lata à procura de um dono.
Rendido está meu coração. Peço apenas que o possua, possuindo assim a mim ao menos uma vez.
Afoga minha boca de beijos seus ao menos uma vez.
Possua-me antes de que me esqueça.
Leve no colo, abrace-me, olhe-me, beije-me, expulse-me, chute-me, jogue-me na rua, trate-me bem, trate-me mal, diga que me ama, ou não diga. Já sou sua mesmo rendida e submissa aos teus encantos, assim, feito garota apaixonada.

4 comentários:

  1. Eita, para quem quer que seja, não deixe ele saber isso... porque se souber, o ser humano, em sua natureza, carrega uma capacidade enorme de fazer as pessoas que gostam dele sofrer... então!

    ResponderExcluir
  2. uuui, amei o texto! sua foda *-*

    ResponderExcluir
  3. Quer me fazer chorar aqui é? Assistindo Don't forget da demi e lendo seu texto :'D Ficou lindo :***

    ResponderExcluir

Já estou ansiosa para ler seu comentário, mesmo antes de você ter terminado! :D